Caldeiras industriais são equipamentos capazes de gerar altos volumes de vapor, funcionando sempre sob alta pressão. Por isso, a manutenção de caldeiras é uma necessidade muito grande.

Porém, mesmo sabendo da importância da manutenção de caldeiras industriais, muitas indústrias ainda a negligenciam, não tendo regularidade ou até mesmo fazendo de forma incorreta.

Essa ineficiência na manutenção de caldeiras industriais pode causar diversos problemas, desde a parada na produção de vapor até o colapso total do equipamento gerador de vapor, provocando sérios acidentes.

Por isso, ter o entendimento sobre a importância da manutenção de caldeiras industriais é primordial para que esse procedimento seja realizado de forma segura é eficaz.

Veja, então, porque a indústria deve fazer a manutenção de caldeiras periodicamente e quais são as dicas principais que toda indústria deve seguir para ter uma manutenção de caldeiras industriais mais efetiva.

Por que fazer a manutenção de caldeiras industriais?

Caldeiras industriais são máquinas bastante robustas, capazes de produzir elevadas quantidades de calor e vapor numa operação quase que contínua.  Possuem também alto custo no mercado.

Dessa forma, para gerar vapor e proteger o alto investimento realizado, é preciso que a manutenção seja periódica. Com isso, qualquer indício de falha que pode comprometer o funcionamento das caldeiras industriais será mais rapidamente identificado e corrigido.

Além disso, a manutenção de caldeiras tem relação direta com a segurança das operações na indústria. Como já dito, as caldeiras industriais trabalham sempre sob alta pressão, apresentando diversos sistemas de segurança.

Entretanto, uma manutenção ineficiente pode contribuir com o não funcionamento destes sistemas, acarretando em problemas capazes de comprometer a segurança de operadores.

Dicas para realizar a manutenção de caldeiras industriais de maneira eficaz

  1. Faça periodicamente a limpeza de caldeiras

Incrustações, fuligem e outras formas de resíduos são problemas recorrentes em caldeiras industriais. Eles podem cobrir a superfície interna de caldeiras industriais, reduzindo significativamente a eficiência de transferência de calor e aumentando a chance de avarias.

Segundo análises, a presença de um mínimo revestimento de resíduo (entre 0,03 a 0,05 polegadas de espessura) já tem o potencial de reduzir a transferência de calor em mais de 10%, reduzindo a produtividade.

Por essa razão, a limpeza dos tubos de caldeiras industriais, seja por meios mecânicos (escovação) ou químicos, deve ser feita de forma regular para evitar esse problema. A recomendação é que a limpeza seja feita menos uma vez por ano.

  1. Teste diariamente o intertravamento dos instrumentos

Toda caldeira industrial apresenta diversos instrumentos e intertravamentos para maior controle e segurança. Por isso, para garantir o bom funcionamento de cada um deles é fundamental testa-los diariamente.

Essa ação não é necessariamente uma etapa da manutenção de caldeiras, mas não deixa de ser fundamental. Por esse motivo, é importante que sejam realizadas simulação de situações de alarme, além da verificação dos sistemas de controle e alarme, observando se eles respondem conforme esperado.

Vale ressaltar que a quantidade de instrumentos e rotinas de segurança costumam variar de equipamento para equipamento. Mas, generalizando, os seguintes processos devem ser sempre testados:

  • Intertravamento de nível de água;
  • Pressostato de alta de vapor;
  • Sensor de chama;

Também é recomendado criar uma rotina de manutenção e calibração dos instrumentos, mantendo-os calibrados continuamente.

  1. Inspeções devem ser realizadas apenas por empresas e profissionais sérios

A NR 13 é uma norma regulamentadora específica para caldeiras e vasos de pressão. Ela também engloba toda a manutenção desse equipamento e por isso deve ser respeitada.

A priori qualquer engenheiro mecânico pode emitir um laudo e ART de inspeção de segurança NR 13 de caldeiras industriais. Mas, o recomendado é sempre buscar empresas e profissionais especializados na área de inspeção de segurança. Eles terão melhor capacidade de dizer se a caldeira está ou não em condições de operar.

Para isso, esse profissional irá realizar toda a inspeção interna e externa da caldeira, testando os instrumentos de segurança e medindo as espessuras da chapa da caldeira. Também irá verificar todos os equipamentos que contribuem com o funcionamento da caldeira, garantindo a integridade total do equipamento.

  1. Realize constantemente o tratamento da água de alimentação

Manter um sistema de tratamento da água de reposição da caldeira é parte primordial da manutenção de caldeiras industriais. A água, quando não tratada, pode trazer diversos problemas às caldeiras, tais como corrosão e incrustação.

A corrosão é caracterizada pela degradação parcial das partes metálicas de caldeiras, podendo levar à ruptura. Já a incrustação é o depósito de material sólido na superfície de troca térmica, formando uma camada que diminui a “taxa de resfriamento do tubo” pela água, causando o superaquecimento e consequente, a fragilização do material.

Para evitar tais problemas, o tratamento da água é altamente necessário e deve ser realizado de forma regular, impedindo que elementos e propriedades danosos (íons corrosivos, baixo pH e SiO2, Fe2+, Ca2+ e Mg2+) à caldeira ocasionem problemas mais sérios.

  1. Manutenção e precisão dos registros de serviço/manutenção

Do ponto de vista de gestão, a melhor maneira de garantir que caldeiras industriais estejam funcionando corretamente é manter registros precisos de todos os serviços e manutenção de caldeiras.

É importante registrar diariamente as temperaturas da água e dos gases de combustão, bem como a pressão. Tais registros fornecem as informações necessárias para manter o desempenho ideal de uma caldeira industrial, além de diagnosticar problemas rapidamente durante o curso da operação.

Portanto, manter todos os registros de manutenção das caldeiras é parte fundamental da gestão para que a indústria saiba exatamente como anda seu equipamento.

Aproveite e descubra as vantagens e aplicações da caldeira flamotubular clicando aqui.